Atenção Especializada em saúde de Caucaia

0
475

Representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) participaram nesta quarta-feira, 1º de agosto, da oficina de abertura do projeto Qualifica ESPSUS, que está sendo implantado na Policlínica Regional de Caucaia. O município é laboratório da experiência, desenvolvida em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) e do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

“O objetivo é determinar fluxos e contrafluxos da rede, organizando processos de trabalho na Atenção Especializada e estabelecendo uma comunicação fluida com os demais níveis de atenção”, contextualiza o secretário de Saúde Moacir Soares.

O projeto visa integrar a Atenção Ambulatorial Especializada à Atenção Primária por meio da qualificação dos processos de trabalho de seus equipamentos na perspectiva de fortalecimento das redes de atenção às condições crônicas.

“Já estamos trabalhando internamente ao longo de sete meses. Foram escolhidas as linhas de cuidado materno-infantil e oncologia, além de hipertensão e diabetes, que fazem parte da situação epidemiológica mais gritante. Então estamos trabalhando com um modelo de atenção às condições crônicas e com a estratégia de estratificação de risco”, explica a assessora técnica do Conass, Zélia Lins.

Para isso, todos os profissionais da Policlínica envolvidos nessa linha de cuidado, além de coordenadores da APS dos outros municípios da 2ª Coordenadoria Regional de Saúde, serão capacitados.

O evento acontece em um momento de intensos investimentos da SMS no que diz respeito à educação continuada. Na última terça-feira (31/7), cerca de 30 médicos e enfermeiros das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do município foram contemplados com um treinamento para urgência e emergência em adultos. O foco é o atendimento em situações de parada cardíaca e enfarto agudo do miocárdio.

Este é o primeiro dos cinco módulos, ministrados por profissionais que estão atuando como multiplicadores da experiência após passarem por capacitação do Ministério da Saúde. Doze representantes das duas UPAs de Caucaia foram enviados a São Paulo no último mês de julho, quando receberam formação voltada ao tema.

“É válido ressaltar a importância de adquirir novos conhecimentos relacionados à urgência e emergência, tendo em vista o nosso perfil de atendimento. E mais gratificante ainda é poder repassar o meu aprendizado com colegas de trabalho através da educação continuada, onde priorizamos a capacitação dos nossos colaboradores”, destaca a enfermeira Priscilla Rocha, uma das multiplicadoras da iniciativa.

DEIXE UMA RESPOSTA