Ceará deve receber mais de 1,1 milhão de turistas na alta estação

0
304
Em períodos de pico, como o Revéillon, a ocupação hoteleira está estimada entre 97,5% e 100% - Foto: Francisco Fontenele

O Ceará deve receber 1.158.973 turistas nesta alta estação (dezembro de 2018 a fevereiro de 2019), conforme expectativa da Secretaria do Turismo do Estado (Setur). O volume de visitantes apresenta crescimento de 7,6% em relação ao mesmo período no ano passado. A taxa de Ocupação hoteleira em momentos de picos, como Réveillon, chegará de 97,5% a 100%.

Fortaleza se destaca como destino mais procurado para férias de janeiro de 2019 segundo ferramentas de viagem e turismo, como Voopter, kayak e Trivago. A pesquisa da Trivago mostra também que Fortaleza aparece como 3º destino nacional de férias mais barato.

Além do “boom” para o Ceará, o Aeroporto Jericoacoara está em alta, com 49 novos voos extras pela alta procura, em dezembro e janeiro. Para o Reveillon, Jericoacoara é o destino cearense mais procurado em nível nacional, seguido de Canoa Quebrada, Porto das Dunas, Cumbuco, Guaramiranga, Praia das Fontes e Trairi.

Hub aéreo

O aumento do número de turistas foi alavancado também pelo público internacional, que representa uma parcela de 38,2%. Com a vinda do hub aéreo, centro de conexões de voos da Air France-KLM-GOL, já são sentidos impactos em setores diversos relacionados ao comércio, indústria e serviços, entre eles, o turismo.

São mais de 50 voos entre o Ceará e o mundo até o final deste ano, envolvendo todas as operações internacionais. Prévia de estudo do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) mostrou impacto de 0,79% no PIB do CE, incremento de R$ 1,05 bi na economia e perspectiva de criação de mais de 80 mil empregos (formais e informais).

O Aeroporto Internacional Pinto Martins embarca, atualmente, 6,3 milhões de passageiros por ano com uma operação de 53.133 voos/ano. Ao passar à gestão da gigante Fraport, estima-se que até 2047 o número de passageiros possa chegar a 29,2 milhões por ano.

Emprego

Alta Estação aquece os empregos temporários. Dados da Associação das Barracas da Praia do Futuro mostram que terá um incremento de 25% a 35% de novos postos de trabalho. A exemplo de um parque temático que contratou cerca de 300 profissionais (garçons, cumins, salva-vidas, seguranças, instrutores, etc) – representando acréscimo de 50% de empregos adicionais.

DEIXE UMA RESPOSTA