Ceará tem 866 candidatos nas eleições de 2018

0
325

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TER-CE) recebeu até quarta-feira, 15 de agosto, último dia do prazo, 866 pedidos de registro de candidaturas. Na última eleição geral, em 2014, foram 875 pedidos. Para garantir o cumprimento dos prazos estabelecidos pelo Superior Tribunal Federal – TSE, o TRE-CE mobilizou uma força-tarefa composta de 38 servidores da Secretaria Judiciária para atuarem no processamento dos pedidos de registro de candidaturas, além de 10 juízes da Corte e 20 assessores destacados para o julgamento dos pedidos que deverá ocorrer até o dia 17 de setembro.

Números

Ao todo, 23 partidos/coligações apresentaram candidatos, sendo:

– governador: 6

– vice-governador: 6

– senador: 13

– 1º suplente senador: 13

– 2º suplente senador: 12

– Deputado Federal: 251

– Deputado Estadual: 565

Candidatos a governador

Aílton Lopes (PSOL)

O Psol definiu Aílton Lopes como candidato a governador do Ceará. A vice é a líder comunitária Raquel Lima (PCB).

Camilo Santana (PT)

O PT definiu Camilo Santana como candidato a governador do Ceará. A vice é a professora Izolda Cela (PDT).

Francisco Gonzaga (PSTU)

O PSTU definiu Francisco Gonzaga como candidato a governador do Ceará. O candidato a vice é o servidor público Reginaldo Ferreira Araújo.

General Theophilo (PSDB)

O PSDB escolheu General Guilherme Theophilo como candidato a governador do Ceará. O PSDB ainda está definindo o nome do candidato a vice-governador.

Hélio Góis (PSL)

O PSL oficializou a candidatura do advogado Hélio Gois ao cargo de governador do Ceará. Para compor a chapa (vice), foi escolhida a professora Ninon Elizabet Tauchmann.

Mikaelson Carantino (PCO)

O PCO lançou a candidatura do professor José Mikaelton Carantino ao cargo de governador do Ceará. Para compor a chapa (vice), foi escolhido o professor Lino Alves de Almeida, também do PCO.

TSE registra mais de 23 mil candidaturas

Mais de 23 mil candidatos a presidente, governador, senador e deputado federal, estadual e distrital vão disputar os votos de 147,3 milhões de eleitores brasileiros, segundo dados disponíveis no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Encerrado o prazo para registrar as candidaturas, 13 nomes se apresentaram para disputar o Palácio do Planalto em outubro. Para governador, segundo a última atualização do Sistema de Divulgação de Candidaturas e de Prestação de Contas, 171 candidatos pediram registro. Desses, 17 disputam a reeleição. O Psol foi o partido que lançou o maior número de candidatos a governador, seguido do PSTU e do PT. O TSE contabiliza até agora 6.982 candidatos para disputar as 513 vagas de deputado federal. Para deputado estadual e distrital, são 15.605 concorrentes a 1.059 vagas nas Assembleias Legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Mais 295 concorrem a 54 cadeiras no Senado.

13 candidatos à Presidência da República

Álvaro Dias (Podemos)

O Podemos oficializou Álvaro Dias como candidato a presidente da República em convenção realizada em Curitiba. O vice na chapa é Paulo Rabello de Castro (PSC), ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES),

Cabo Daciolo (Patriota)

O Patriota, antigo Partido Ecológico Nacional, oficializou o nome do deputado federal Cabo Daciolo como candidato a presidente da República. A pedagoga Suelene Balduino Nascimento, também filiada ao partido, é a vice da chapa.

Ciro Gomes (PDT)

O PDT oficializou Ciro Gomes como candidato a presidente da República. A vice é a senadora Katia Abreu, também do PDT.

Geraldo Alckmin (PSDB)

Geraldo Alckmin é o candidato do PSDB à Presidência da República Na vice ficou a senadora gaúcha Ana Amélia (PP).

Guilherme Boulos (PSOL)

O PSOL oficializou Guilherme Boulos como candidato a presidente da República.

A convenção do PSOL também oficializou a líder indígena Sônia Guajajara como vice da chapa.

Henrique Meirelles (MDB)

Em convenção o MDB aprovou a candidatura de Henrique Meirelles à Presidência da República. O vice na chapa ´´e Germano Rigotto, também do MDB.

Jair Bolsonaro (PSL)

No domingo, por aclamação Jair Bolsonaro foi escolhido candidato a presidente da República. O vice na chapa será o general Hamilton Martins Mourão, do PRTB.

João Amoêdo (Novo)

O empresário João Amoêdo foi escolhido pelo Partido Novo como candidato à Presidência. O vice é o professor universitário Christian Lohbauer.

João Goulart Filho (PPL)

Último partido a oficializar seu candidato à Presidência, o PPL aprovou o nome de João Goulart Filho, filho do ex-presidente João Goulart. O candidato a vice será Léo Alves, professor da Universidade Católica de Brasília.

José Maria Eymael (DC)

O partido Democracia Cristã (DC) oficializou, em convenção, a candidatura de José Maria Eymael para a Presidência. O vice na chapa este ano será o pastor Helvio Costa.

Lula (PT)

Em convenção realizada em São Paulo, o PT oficializou a candidatura do ex-presidente Lula da Silva à Presidência da República. O vice na chapa é o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. A composição da chapa poderá ser mudada para Haddad como Presidente e a deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila, do PCdoB, como vice.

Marina Silva (Rede)

Marina Silva é a candidata da Rede a presidente da República. O vice na chapa é o ex-deputado federal do PV, Eduardo Jorge.

Vera Lúcia (PSTU)

O PSTU oficializou a candidatura da operária sapateira Vera Lúcia para a Presidência da República. A convenção definiu o professor e ativista Hertz Dias como vice da chapa.

DEIXE UMA RESPOSTA