Chico do Posto e Professor Irineu dizem ser a nova esperança para o município do Eusébio

0
304

Citando frase da ex-primeira ministra britânica Margaret Thatcher “Um estado deve ser um servo. E não um mestre!” e o dito popular “Não roubar e não deixar ninguém roubar”, a coligação Pros-Podemos, no município do Eusébio, tem como candidatos a prefeito e vice-prefeito, o vereador Chico do Posto e Professor Irineu, respectivamente.

No plano de governo, candidatos se posicionam como “A nova esperança para o Eusébio”, que visa apresentar com clareza um governo decente e transparente, diferente de tudo aquilo que nos jogou em uma crise ética, moral e fiscal.

Expõem uma proposta governo formado por pessoas que tenham

compromisso com a cidade de Eusébio. “Um governo que defenda e resgate o bem mais precioso de qualquer cidadão, que é a liberdade. Um governo que devolve a cidade de Eusébio aos seus verdadeiros donos, o povo eusebiense.”

Cientes de um cenário Pandêmico em que o mundo vive atualmente, que ceifou diversas vidas e causou enormes prejuízos sociais e econômicos, os candidatos elaboraram uma proposta com soluções que visam mitigar esses efeitos nos próximos anos e potencializar um retorno de crescimento rápido e sustentável para toda a cidade do Eusébio..

Os candidatos apontam, prioritariamente, solução de problemas nas áreas da saúde, da educação, da habitação, da mobilidade urbana (considerando as políticas de trânsito), da segurança urbana, do transporte, do sistema viário e plataformas de acessibilidade, da qualidade de vida através do esporte, lazer e meio ambiente.

Dentro da prática efetiva da gestão participativa, propõem planejar a cidade como um todo, assegurando as noções de cidadania e de coletividade,

construindo novas perspectivas para o município, de forma integrada e sustentável. “Conhecemos e nos identificamos, profundamente, com os dilemas e potencialidades de nossa cidade e entendemos que podemos efetivamente dar uma significativa contribuição para o crescimento de nossa querida cidade de Eusébio”.

A reportagem grifou os 3 primeiros itens de alguns temas da proposta.

Novo Modelo e Gestão Pública

· Profissionalização do serviço público, baseada no mérito para acessar cargos públicos e para evolução na carreira;

· Gestão por resultados, para aumentar o comprometimento do setor público como retorno oferecido para a sociedade;

· Parcerias com o terceiro setor, visto que o prefeito não resolve sozinho todos os problemas da sociedade.

Gestão Fiscal

· Recuperação da capacidade municipal de investir com recursos próprios por meio da racionalização do uso dos recursos públicos e monitoramento permanente das despesas correntes;

· Organização de fundos estruturantes, estratégicos, capazes de impactar a atividade econômica de Eusébio e suas receitas futuras;

· Estabelecimento de novas práticas fiscais – transparentes e mais avançadas – para atração de negócios e de novos empreendimentos produtivos.

Desenvolvimento Econômico

· Estabelecer parcerias com os órgãos SENAI, SESI, SENAC, SEBRAE e FIEC, entidades educacionais, governo estadual e federal, bem como demais órgãos que promovam o desenvolvimento empresarial e o espírito empreendedor;

· Viabilizar parcerias com empresas privadas para se instalarem em nosso município, através de políticas de incentivos transparentes e inovadoras;

· Incentivo a agricultura familiar, aos pescadores e marisqueiros, criando mecanismos para a comercialização dos produtos, agregando valor a produção e atrair novos investimentos para a geração de emprego e renda.

Educação

· Ampliar gradativamente e de forma sustentada os investimentos em educação;

· Pagamento do direito garantido da precatória do FUNDEF dos professores;

· Equipar as escolas e creches com materiais pedagógicos e instalações físicas adequadas à aprendizagem de excelência, construindo salas de aulas de alvenaria, retirando os “containers” que hoje põe em risco à saúde e segurança de nossos estudantes e professores.

Saúde

· Aumentar a infraestrutura e a eficiência do Hospital e Maternidade Dr. Amadeu Sá, com a implantação de equipamentos modernos, como uma UTI Neonatal, proporcionando um atendimento mais completo e melhor aos pacientes;

· Reformar e aumentar a eficiência do CEO – Centros de Especialidades Odontológicas de Eusébio, com implantação de equipamentos modernos, e atendimento humanizado;

· Intensificar o uso de equipamentos da rede própria e conveniada para análises clínicas, patologia clínica e diagnóstico por imagem, aumentando a eficiência de utilização dos equipamentos e agilidade nos resultados.

Segurança Pública

· Elaborar o Plano Municipal de Segurança, com participação de representantes dos diversos segmentos da sociedade, assim como entidades e órgãos públicos ligados à segurança;

· Implantação de melhorias e políticas de manutenção do Centro Integrado de Comando e Controle Municipal, com a otimização, aperfeiçoamento e ampliação do sistema de videomonitoramento das vias e equipamentos públicos, com tecnologia avançada efetuando o monitoramento completo da cidade (todos os bairros), com integração de câmeras públicas e privadas

numa central de vigilância e monitoramento único e sob o rigor da LGPD, com o objetivo de prevenir e inibir delitos (prioritariamente as de ordem violenta);

· Reformar e equipar os Postos da Polícia Municipal.

Habitação

· Ampliar e melhorar o Programa de Renda Mínima;

· Fortalecer o Programa Projovem;

· Reformar e reestruturar os CRAs

Esporte e Lazer

· Investir na construção e manutenção de espaços públicos adequados às práticas esportivas e ao lazer;

· Transformar o esporte e o lazer em pilares fundamentais das ações de combate às drogas e a violência através de programas sociais estruturados e integrados com outras ações governamentais;

· Reforma e estruturação dos Estádios Municipais: Raimundo da Cunha Rola (Sede), Pedro Paulo Amaral (Santo Antônio) e do bairro Mangabeira.

Constam ainda no documento propostas para os setores de cultura e turismo, transporte e mobilidade urbana, proteção aos animais, meio ambiente e sustentabilidade e infraestrutura e saneamento básico.

DEIXE UMA RESPOSTA