Empresa fabricante de turbinas de energia eólica é inaugurada em Aquiraz

0
335
Foto: Divulgação/FIEC

A Vestas, maior empresa fabricante de turbinas de energia eólica do mundo, inaugurou nesta terça-feira (12/11), em Aquiraz, a ampliação e modernização da sua unidade de fabricação no Ceará. No local, será produzido o novo aerogerador V-150, com potência de 4,2 MW (megawatts). A cerimônia de inauguração da fábrica contou com a presença do governador Camilo Santana, do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante, e uma comitiva de empresários.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Energia da FIEC, Joaquim Rolim, a inauguração da unidade representa um marco para a indústria e para o setor de energia do Ceará por ser um equipamento de grande porte, de uma multinacional do setor eólico, podendo se converter em uma âncora para a instalação de novas indústrias e demais provedores da cadeia produtiva de energia. Para ele, a nova fábrica, que já possui uma carteira de encomendas de 2,5 GW das novas turbinas (o que representa receitas da ordem de R$ 5 bilhões), também demonstra a capacidade de atração de investimentos que o Ceará possui.

Sobre a Vestas

Com mais de 40 anos de experiência na indústria eólica, a Vestas é uma parceira global da indústria de energia para soluções sustentáveis. Projeta, fabrica, instala e presta serviços em turbinas eólicas em todo o mundo. É o líder mundial em turbinas eólicas instaladas, com 108 GW instalados em 80 países (18% do total). Possui mais de 24.400 funcionários.

Presente desde o ano 2000 no Brasil, a Vestas possui hoje mais de 1,5 GW instalados ou em construção no país, o que corresponde a cerca de 750 turbinas eólicas (cerca de 10% do mercado nacional). No início de 2016, a Vestas inaugurou sua unidade de fabricação em Aquiraz, Ceará.

Em 2018, a Vestas abriu novos caminhos para a expansão de sua plataforma de 4 MW no Brasil e na região da América Latina com o anúncio da produção das nacelles V150-4,2 MW no estado do Ceará, confirmando seu compromisso com o desenvolvimento da economia brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA