Escadaria de Santa Rita, em Redenção, ganha nova iluminação

0
233
Fotos: Davi Pinheiro

Primeiro município brasileiro a libertar os escravos, Redenção carrega em suas ruas uma história de resistência. Sexta-feira, dia 1/12, um rastro de luz percorria o caminho do ponto mais alto da cidade: a escadaria da Igreja de Santa Rita. O cenário é resultado da iluminação dos 733 degraus entregue esta noite pelo Governo do Ceará, Enel Distribuição Ceará e Prefeitura de Redenção.

A escadaria conta agora com um sistema de geração de energia solar fotovoltaica. Deste modo, o sistema armazena a energia gerada durante o dia pelo painel solar e, sob comando, libera a energia no período da noite. Para isso, foram instalados 40 postes com luzes de Led solares de 40 Watts e baterias de lítio para armazenarem a energia gerada durante o dia. A potência instalada chega a 1.600 Watts e pode gerar até 576 KWh por mês.

Para geração de emprego e renda, 28 moradores de Redenção foram capacitados com o curso de eletricista predial/residencial, com foco na instalação e manutenção da tecnologia a Led.

Durante a cerimônia, o secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista, contou que há quinze anos subiu a escada pela primeira vez para conhecer um pouco mais sobre o local que é considerado um símbolo de fé da cidade. “Pude, então, entender muito da crença e da esperança desse lugar. Esta noite, ao ver a escadaria completamente iluminada, pude ver o sorriso de realização estampado no rosto das pessoas”.

Iluminando tantos sonhos, dezenas de jovens foram capacitados para serem os verdadeiros guardiões dessa luz. Mais oportunidade, mais espiritualidade, mais sustentabilidade, mais educação, mais cultura! É com base em todos esses fatores que o Governo do Ceará trabalha”, disse.

O prefeito Davi Benevides reforçou a importância da iluminação para a cidade. “Por meio de uma intensa colaboração conjunta, chegamos a esse resultado tão bonito. É um orgulho imenso ver nossa escadaria ganhar luzes em seu trajeto de crença”.

Para José Nunes, diretor institucional da Enel, “o programa consegue alcançar a especificidade de cada município, com foco na sustentabilidade e na cultura. Em Redenção, os moradores ganharam um sistema moderno e que renderá frutos durante muitos e muitos anos”.

Emocionada, a professora Maria do Carmo Silva, de 42 anos, revelou que durante toda a vida sempre quis saber como era a vista à noite e ver sua cidade iluminada. “O pessoal subia e descia ou de lamparina ou de lanterna. Eu nunca fiz isso porque tinha um certo medo. Agora vou me preparar para ver essa beleza! Enquanto isso, vamos agradecer. Hoje se tornou um dia muito especial para todos nós aqui de Redenção”.

O programa

O Luz Solidária faz parte do Programa de Eficiência Energética da Aneel e contribui com o desenvolvimento de projetos sociais parceiros, por meio de incentivos financeiros, e com a preservação do meio ambiente. Desde a sua criação, já concedeu cerca de R$ 7,3 milhões a 224 projetos de geração de renda, meio ambiente, direitos humanos e capacitação nos estados do Ceará, em Goiás e no Rio de Janeiro.

Ao assumir um compromisso público com as Nações Unidas com quatro dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a Enel, através do programa, estimula a geração de renda e iniciativas empreendedoras, colaborando com o ODS de número 8, que consiste em promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável. Pela primeira vez, o programa será realizado no estado de São Paulo. Há 10 anos, o Luz Solidária iniciou pelo estado do Ceará.

DEIXE UMA RESPOSTA