Espetáculo de balé com orquestra sinfônica acontece em dezembro no Theatro José de Alencar

0
103
A regência será de William Ciríaco, natural de Cascavel – Foto: Divulgação

Após mais de 40 anos atuando como Escola de Ballet Goretti Quintela (EBGQ), na próxima quarta-feira, 18/12, e quinta-feira, 19/12, a instituição realiza suas últimas apresentações de 2019 antes de tornar-se Instituto de Dança Goretti Quintela. Celebrando o final de um ciclo para dar início a outro, o espetáculo de balé “Etéreo” será apresentado no Theatro José de Alencar, a partir de 19h30min. A regência será de William Ciríaco, natural de Cascavel, e as transcrições das músicas de Wellington Sousa, filho de Pindoretama.

Com a participação do coral e da Orquestra Sinfônica da UECE (OSUECE), “Etéreo” retrata os elementos da musicalidade, expressividade e virtuosismo, e desenvolve uma trama composta por um ato e quatro cenas. “O balé em si não tem um enredo, não é uma história a ser contada, são apenas coreografias livres que se complementam e transformam-se em um espetáculo”, explica Everardo Freitas, diretor artístico do espetáculo.

Uma homenagem à Goretti Quintela, fundadora da Escola que faleceu em fevereiro deste ano, “Etéreo” leva pouco mais de 70 bailarinos para o palco do Theatro José de Alencar. “A ideia é trazer a lembrança dela para o espetáculo sem que seja explícito demais. São coisas pontuadas que quem conheceu a Goretti vai lembrar”, conta Everardo, que também é bailarino e professor da EBGQ.

O espetáculo acontecerá nos próximos dias 18 e 19 de dezembro, com ingressos nos valores de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Comprando antecipadamente na sede da Escola de Ballet Goretti Quintela (localizada na rua São Paulo, 1718, no Centro) o ingresso custa R$ 20 para

DEIXE UMA RESPOSTA