Estado suspende aulas presenciais até maio em todo o Ceará

0
68
Foto: Thiara Montefusco

O Governo do Ceará prorrogou por mais 30 dias a suspensão de aulas presenciais em escolas, cursos, faculdades e universidades públicas e privadas. A prorrogação consta no Decreto nº33.532, de 30 de março de 2020, publicado nessa segunda-feira (30/3), onde o Estado afirma que a medida busca dar continuidade às ações de enfrentamento à disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no território cearense.

Uma vez que a suspensão prevista no Decreto anterior tem validade de 19 de março a 2 de abril, o retorno das aulas está previsto, até o momento, para o dia 4 de maio.

O governador Camilo Santana informou através de suas redes sociais que tomou a decisão de prorrogar a suspensão das aulas presenciais no Ceará em razão da pandemia do Covid-19. “Todas as decisões que tenho tomado são baseadas em estudos científicos, e visam proteger ao máximo a população do Ceará”, citou o governador Camilo Santana.

O Decreto aponta, ainda, que o calendário acadêmico, as atividades presenciais ou remotas e a carga horária do ensino público superior estadual, inclusive quanto às práticas obrigatórias do internato e da residência, obedecerão ao disposto em normativo específico expedido pelas respectivas universidades.

Plano de Atividades

Durante o período de suspensão das atividades presenciais na rede pública estadual de ensino, os estudantes cumprem a carga horária do trabalho escolar em casa, seguindo o Plano de Atividades Domiciliares indicado pela unidade de ensino. Nesta perspectiva, são usadas estratégias de ensino e acompanhamento da aprendizagem de forma remota. As diretrizes da Secretaria da Educação apontam o livro didático como principal ferramenta para as aulas remotas.

A Seduc apoiará estudantes e educadores para o uso de aparatos tecnológicos a fim de facilitar a conexão neste período de ensino domiciliar. Entre as plataformas disponíveis estão o Aluno Online, Professor Online e o Google Classroom.

DEIXE UMA RESPOSTA