Juazeiro do Norte tem alta de 7,4% nas exportações de calçados

0
136
Reprodução

O município de Juazeiro do Norte, um dos principais produtores de calçados do Brasil, exportou US$ 98,9 mil no primeiro bimestre de 2019. O valor representa um aumento de 7,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. Apesar disso, as exportações têm um peso pequeno no comércio internacional do município. O forte da cidade são as importações. O total importado por Juazeiro do Norte no período foi de US$ 631,7 mil, o que faz a cidade ocupar o 16º lugar no ranking dos municípios que mais importam no Ceará. Com o grande volume de importações, o saldo comercial do bimestre registrou um déficit de US$ 532,8 mil. Os dados são de estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), divulgados nesta quarta-feira (24/5).

Os calçados são os únicos produtos da pauta exportadora de Juazeiro e a Argentina foi o único país que importou os calçados juazeirenses.

As importações registradas no período tiveram uma queda de 8,9%. Os principais produtos importados foram papéis e cartões. Desses produtos, o município adquiriu US$ 351,6 mil do exterior, volume 85,5% maior que o do primeiro bimestre de 2018. Aparelhos para impressão aparecem no segundo lugar no ranking dos produtos mais importados, com US$ 76,69 mil ao todo. Entre os parceiros comerciais de Juazeiro do Norte, destaca-se a China, que vendeu para a cidade US$ 280 mil no período. Espanha e Paraguai vêm em seguida, ambos com mais de US$ 170 mil e crescimentos de 42% e 172,1%, respectivamente.

Terceiro município mais populoso do Ceará, Juazeiro do Norte alcançou em 2015 um PIB de R$ 3,51 bilhões, sendo 86% desse valor abarcado pelo setor de serviços, 13% pela indústria e menos de 1% pelo setor agropecuário, devido à sua pequena extensão territorial. Os principais setores industriais da cidade são os de calçados, máquinas de costura, têxtil, metalurgia e de bebidas. O PIB per capta do município é de R$ 14,7 mil, colocando Juazeiro como 8º colocado no ranking estadual. (IBGE 2015). As exportações de Juazeiro do Norte cresceram 7,4% no acumulado de janeiro e fevereiro de 2019, em relação ao mesmo período de 2018, alcançando um total de US$ 98,9 mil. Nas importações, o total registrado pelo município é o 16° maior do estado, chegando aos US$ 631,7 mil no acumulado de 2019. Assim, o saldo comercial da cidade permanece deficitário em US$ 532,8 mil. Calçados são os principais produtos da pauta exportadora de Juazeiro. Os produtos do setor foram os únicos exportados no período analisado, tendo os “outros calçados com sola exterior” crescido 75,7% e totalizado US$ 63 mil. O mercado argentino foi o destino dos envios ao exterior do município. Quanto às importações da cidade em 2019, os produtos classificados como “outros papéis e cartões” foram comprados 85,5% a mais que no primeiro bimestre de 2018, totalizando US$ 351,6 mil. Logo em seguida, o 2° produto mais importado foram os aparelhos para impressão, com US$ 76,69 mil ao todo. Dentre as maiores origens das importações da cidade, destaca-se a China, o maior no intervalo observado, com US$ 280 mil. Espanha e Paraguai vêm em seguida, ambos com mais de US$ 170 mil e crescimentos de 42% e 172,1%, respectivamente.

DEIXE UMA RESPOSTA