Ministro da Educação afirma que jovens brasileiros são “zumbis existenciais”

0
12

O ministro da Educação,  Milton Ribeiro, afirmou nesta quinta-feira (10/9) que parcela dos jovens brasileiros são “zumbis existenciais”. A fala do ministro ocorreu em um evento de lançamento de políticas contra a mutilação e o suicídio. O dia 10 de setembro é o Dia Mundial do Combate ao Suicídio.

Milton Ribeiro também disse que os jovens não tem “nenhuma motivação” e que não “acreditam em nada, desde Deus à política”. Na opinião do ministro, os jovens estão vivendo um “vazio existencial”, o que, para ele, gera uma vida sem propósito e o ato de tirarem “a própria vida”.

“Não há mais uma juventude que acredite nas coisas como Deus, religião, política e família. Eles perdem totalmente o referencial”, ressaltou.

Milton Ribeiro foi nomeado para a pasta da Educação pelo presidente Jair Bolsonaro como um aceno para a bancada evangélica no Congresso Nacional e a outras frentes religiosas. Ele é pastor presbiteriano. O ministro também afirmou que “a grande moda de alguns sociólogos e filósofos é desconstruir valores”. O ministro também criticou livros didáticos que, de acordo com ele, não oferecem os conteúdos adequados para cada faixa etária. (Com informações do Congresso em Foco).

DEIXE UMA RESPOSTA