Observatório da Indústria é inaugurado na FIEC

0
459

Um marco na inteligência industrial do Ceará foi inaugurado ontem (9/10), na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). O Observatório da Indústria iniciou as atividades oficialmente com solenidade liderada pelo presidente da FIEC, Beto Studart, com presença do chefe de gabinete do Governo do Estado, Élcio Batista; do secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará, César Ribeiro; ex-presidentes, diretores e superintendentes da federação; empresários; e representantes de instituições de ensino e pesquisa.

Dedicado a construir e articular conhecimento com foco em inteligência competitiva, o Observatório da Indústria contará com ambiente físico e virtual para disponibilizar informações socioeconômicas para a tomada de decisões estratégicas que poderá ser acessada pelas indústrias cearenses, investidores, governo e academia.

Em sua fala de inauguração do espaço, Beto Studart afirmou que o equipamento é de suma importância para entender o comportamento da indústria e articular tomadas de decisão. O líder do Programa para Desenvolvimento da Indústria, Sampaio Filho, reconheceu o alto nível técnico da equipe que forma o Observatório da Indústria e ressaltou o alto nível de confiabilidade das informações disponibilizadas pelo Observatório a empresários, investidores, academia e poder público.

O gerente do Observatório, Guilherme Muchale, apresentou o que o Observatório pode fazer pela indústria, quais informações podem ser acessadas e afirmou que o acesso às informações se dá pelo site da FIEC clicando AQUI e é gratuito. “Já estão disponíveis informações como o Perfil dos Municípios Cearenses, Panorama Industrial, Infraestrutura, Comércio Exterior, Perfil Setorial e Perfil Setorial de sindicatos. Além disso, estamos trabalhando para disponibilizar informações sobre PD&I, Energias Renováveis, Investimento Estrangeiro e Sustentabilidade”, disse Muchale. Durante o mês de outubro, o Observatório está em fase de testes.

O economista da FIEC, Antonio Martins, demonstrou na prática o que o Observatório oferece em termos de informação. Ele reúne múltiplas fontes de dados (de mercado de trabalho, educação, comércio internacional etc.) integradas em um único ambiente computacional, o que permite que sejam acessadas em tempo real conforme as necessidades das empresas e instituições de qualquer setor econômico. Esse ambiente engloba, por exemplo, informações dos municípios e regiões do Ceará, o raio-x dos principais segmentos industriais, infraestrutura logística do Ceará e o acompanhamento dos investimentos públicos.

O ambiente físico do Observatório conta com o que há de mais moderno em termos de tecnologia, incluindo uma videowall composta por 15 telas de mais de 50 polegadas. O espaço foi projetado para realização de reuniões interativas com capacidade para até 50 pessoas.

O Observatório irá disponibilizar diversas soluções, programas e produtos para as empresas, entre os quais estão as Rotas Estratégicas Setoriais, as Bússolas da Inovação e da Sustentabilidade, além de diversas pesquisas conjunturais que acompanham o faturamento da indústria, a confiança dos industriais, bem como as perspectivas para a produção e o investimento.

Também fazem parte desse pacote as iniciativas de prospecção de futuro e articulação, como os Perfis Profissionais para o Futuro e o Masterplan, projetos que dão continuidade às Rotas Estratégicas e concebem visões de longo prazo, prospectando tecnologias e ofertas educacionais necessárias para realização dos futuros desejados para os diversos setores industriais.

      

DEIXE UMA RESPOSTA