Planejamento Financeiro, o melhor caminho para comprar um imóvel em Fortaleza

0
64

Quer ter o seu primeiro imóvel em Fortaleza? Quer aumentar seus bens e adquirir uma nova propriedade? Então descubra aqui com a gente como o planejamento financeiro é o melhor jeito de todos para alcançar esse objetivo.

Administrando bem as próprias economias, vendo tudo a longo prazo e tendo a capacidade de pensar além dos obstáculos, seu novo lar fica cada vez mais próximo de você. Veja com a gente as vantagens de traçar um plano financeiro para comprar o seu imóvel.

Porque se planejar financeiramente

Um imóvel pode parecer um investimento alto, mas com certeza é um dos melhores bens para se ter. Afinal, pensando de maneira fria, é um bem material que vai ser usado diariamente e com uma tendência de se valorizar. Fora que ter o próprio lar é um dos maiores sonhos nacionais.

Ainda que o valor possa assustar um pouco, existem diversas formas de se preparar a longo prazo para ter condições de comprar apartamento em Fortaleza. Sendo assim, a melhor maneira de fazer um investimento que pareça muito grande é construir um plano passo a passo para tornar tudo possível. Basta dissecar em partes e pensar no futuro para cumprir metas possíveis e ver a sua nova casa se tornar uma realidade.

O que ter em conta ao fazer seu planejamento financeiro

Existem alguns fatores preponderantes a se colocar no papel para analisar a própria situação financeira. Apenas entendendo a própria situação financeira que é possível partir para o planejamento.

  • Suas economias atuais

O quanto de dinheiro você tem guardado no banco? Tem carro? Tem investimentos em fundos ou poupança? Essas são as primeiras perguntas que todo mundo precisa responder ao desenhar a própria situação econômica.

A partir da avaliação do valor dos bens que uma pessoa já tem, é possível fazer a escolha de o quanto disso pode ser utilizado na compra de uma casa ou apartamento.

  • Fonte de renda

Com o que já existe bem claro, o segundo momento é projetar os valores que se pode economizar mais a longo prazo. Para tal é que se apresenta a importância de uma fonte fixa de renda, como um emprego estável ou outros tipos de capital.

  • Quitar dívidas

Pagar parcelas de um financiamento pode se tornar praticamente impossível enquanto outras dívidas em paralelo. Então parte do planejamento econômico para a compra de uma casa é sair do vermelho.

  • Tipo de imóvel

Outro levantamento importante para saber qual é o planejamento fundamental se trata da escolha do tipo de imóvel mais interessante para o seu perfil. Além de ponderar se a preferência é por casa, apartamento, terreno etc., outra necessidade é a seleção da região do seu futuro lar.

Às vezes, é importante também pensar fora da caixinha. Casas em Fortaleza em condomínios, por exemplo, vêm sendo uma das opções mais procuradas nos últimos anos. Principalmente por juntar as amenidades de morar em um prédio com a liberdade de morar em uma casa.

Como se fazer um planejamento financeiro

Agora que você levantou o que tem de informação, finalmente é possível se planejar. Veja como passo a passo:

  • Dissecar entradas e saídas

Lembra que você analisou sua fonte de renda? Agora chegou a parte de ver cada entrada de dinheiro mensal que você tem e como ele é gasto. Anote todas as despesas que se tem mensalmente, isso é essencial para o que vem a seguir.

  • Cortar despesas desnecessárias

Com todos os gastos mensais anotados, uma das melhores maneiras de tornar a economia que se vai fazer muito mais eficiente é cortar tudo o que não for fundamental.

Toda despesa mensal é importante aqui. R$ 100 de TV à cabo ou academia por mês não parece muito, mas em 3 anos representa milhares de reais que poderiam ser poupados.

  • Entender o financiamento

Além do Minha Casa Minha Vida, existem outras formas de financiamento de imóveis. Elas podem ser a partir de programas estaduais ou municipais, por exemplo. Outra parte interesse a se fazer é pesquisar nos bancos quais deles tem as melhores condições de parcelamento.

Em linhas gerais, bancos federais como Caixa Econômica e Banco do Brasil, costumam ter taxas menores. Mas outros subsídios também podem surgir.

  • Calcular o tempo necessário

Para fazer a entrada do financiamento, a pessoa precisa juntar pelo menos 20% do valor do imóvel. Portanto, com os bens que já tem, com a entrada mensal, com o corte de gastos e com os valores poupados, a pergunta que se precisa fazer é: “em quanto tempo consigo juntar o valor da entrada?”

Com essa resposta em mãos, o seu planejamento está completo. Agora é só colocar em prática e ir em busca dos seus sonhos.

Viu como o planejamento financeiro é o melhor caminho para comprar o seu imóvel? Então mande esse texto para todos os amigos que também precisam de um empurrãozinho para realizar esse sonho. (Créditos: Unsplash)

 

DEIXE UMA RESPOSTA