Prefeito afastado de Uruburetama se entrega à Polícia

0
312
Reprodução

O médico e prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva, apresentou-se à Polícia Civil nesta sexta-feira (19/7), em Fortaleza. No depoimento, ele pediu perdão às vítimas e alegou “vício” ao gravar as mulheres em supostos atendimentos ginecológicos. Apesar das declarações, Hilson não admitiu a prática de estupro e demais assédios.

O cumprimento do pedido de prisão preventiva de José Hilson se fez após solicitação do Ministério Público do Ceará, uma vez que ele exerce influência no município de Uruburetama e isso poderia interferir nas investigações. Além disso, mandados de busca e apreensão foram cumpridos no município.

O médico deverá ficar detido no sistema prisional do Ceará. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não divulgou para qual presídio Hilson foi transferido.

DEIXE UMA RESPOSTA