Prefeito de Cascavel exonera o pai e secretário de Obras, Tino Ribeiro

0
620
O prefeito de Cascavel, Tiago Ribeiro (E), exonerou o pai e secretário de Obras, Tino Ribeiro/Reprodução

O prefeito Tiago Ribeiro, de Cascavel, exonerou, nesta terça-feira (6/8) o seu pai e Secretários de Obras do município, Eduardo (Tino) Ribeiro, além do secretário de Planejamento e Administração, Oleilson Targino.

Segundo fontes do site em Cascavel, a gestão de Tiago Ribeiro passa no momento por “uma crise moral muito grande”, e que a população exige esclarecimentos pelos quais motivos o prefeito exonerou o pai e secretário. O mais “estranho nesta história” é que o Chefe do Executivo demitiu o pai que fez a denúncia e manteve no cargo, até o fechamento desta matéria, a funcionária denunciada.

Embora Tino Ribeiro tenha denunciado uma funcionária que estaria praticando irregularidades, há informações de que o verdadeiro motivo da exoneração do Tino foi o fato dele não ter concordado com a demissão do Olielson Targino. Mas segundo a fonte, o “Tino vai entender que o mundo mudou” e que o prefeito não poderia deixar de exonerar o ex-secretário de Planejamento e Administração.

Em áudio divulgado nas mídias sociais, Tino Ribeiro apontou como motivo da sua exoneração o fato de ter pedido a demissão de uma funcionária com cargo de confiança (comisionado), lotado na Secretaria de Obras, irmã da Secretária de Finanças, Márcia Azevedo. Segundo Tino Ribeiro, a funcionária teria sido “flagrada vendendo uma carrada de ferro dentro do pátio da secretaria”.

O ex-secretário disse que espera do Chefe de Executivo municipal “coragem de exonerar o [a] funcionário [a]”, ao mesmo tempo o alertou, para que abra “os olhos com a irmã“, de Márcia Azevedo.

Noutro ponto da sua fala, Tino Ribeiro aponta para possíveis irregularidades na Secretaria de Finanças, “pois lá com certeza existe alguma coisa que não vai com aquilo que o Chefe do Executivo prega”.

Em vídeo que circula também nas mídias sociais, o secretário Olielson Targino lê documento encaminhado a Tiago Ribeiro, onde relata os fatos que antecederam o seu pedido de renúncia, inclusive tendo pedido ao prefeito que na sua exoneração, constasse “a pedido”.

Conta que “coisas estranhas” estão acontecendo na prefeitura, desejou sorte ao gestor, porque “acredita que o prefeito tem projeto para melhorar Cascavel”, mas ele está fora desse projeto, “vou seguir outro caminho”.

Oleilson Targino denunciou uma funcionária da Secretaria que teria recebido dois salários em junho passado. Segundo o ex-secretário do Planejamento, o caso é do conhecimento da Secretária de Finanças.

DEIXE UMA RESPOSTA