TSE mantém inelegibilidade do deputado Macedo e Paulinho Macedo por oito anos

0
892

O ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), indeferiu liminar que solicitava suspensão de inegilibilidade por oito anos por prática de abuso de poder econômico e político, de Paulo (Paulinho) Macedo-(PMN), ex-candidato a Prefeito de Cascavel, em 2016, e de seu pai, deputado federal José Maria Macedo (Deputado Macedo). A decisão foi proferida na quarta-feira (5/9) e publicada nesta terça-feira (11/9).

Paulinho Macedo é acusado de ter sido beneficiado na sua candidatura a prefeito de Cascavel-CE, em outubro de 2016, pela perfuração de inúmeros poços, sendo 15 pelo DNOCS e outros “com recursos financeiros” do deputado Maced

o, segundo levantamento do Tribunal Regional Eleitoral-CE e relatado na decisão do ministro. No documento, citando o TRE-CE, o ministro diz que José Maria Júnior “valeu-se do cargo de deputado federal junto ao DNCOS e, ainda, de recursos financeiros próprios, para promover a perfuração de poços em Cascavel-CE, de dezembro de 2015 a maio de 2016, em beneficio da candidatura de seu filho Paulo José Martins de Carvalho Neto”, o Paulinho Macedo.

Como prova de que as perfurações dos poços foram em benefício de Paulinho Macedo, a decisão do ministro aponta que nas “inaugurações havia veículos contendo a caricatura de José Maria e o número 11, usado por seu filho na disputa do pleito e, ainda, fogos de artifícios e locutores enaltecendo o parlamentar” e que “Paulo José não apenas compareceu a reuniões no DNOCS como também difundiu na internet a atuação de seu genitor para garantir o aceso à água, e também acompanhou as obras”.

Na sexta-feira (7/9), o TRE indeferiu o registro da candidatura do deputado federal Macedo, justamente pela condenação imputada a ele e ao filho. O julgamento do registro de impugnação candidatura de Paulinho Macedo, a deputado estadual, deverá acontecer a qualquer momento.

Nas eleições de 2016 Paulinho Macedo-PP ficou em segundo lugar, com 18.086 (47,31%) votos. Foi eleita Ivonete Queiroz-PDT, que obteve 20.144 (52,69%) votos

DEIXE UMA RESPOSTA